Quando o futuro nos convoca

quando-o-futuronos-convoca

O seu momento determina o resto de sua história

 

Nosso mundo de velocidade e de grandes mudanças constantemente nos convoca a pensar sobre o destino que queremos traçar para uma vida de satisfação, de realização. Pode ser o mal da modernidade, das últimas décadas, mas o nível de ansiedade e de questionamento sobre nossas ações atuais vêm galgando espaço nos consultórios de psicoterapia e de Coaching também.

Pensamos muito sobre se o que fazemos é o suficiente para atingir nossos objetivos. Pensamos muito sobre os desdobramentos de nossas ações atuais. “O que pode acontecer se isso que faço agora, resultar em aquilo ou aquilo outro depois?!”

É importante, porém, termos a plena consciência de que tudo o que fazemos não está deslocado de uma contexto. Às vezes, pensamos em mudar de emprego ou traçar um novo rumo profissional, por causa de uma acontecimento atual. Ou então, queremos nos acomodar e torcer para que nada mude, por estarmos vivendo um momento de calmaria. Pode ser, inclusive, aquela pessoa próxima que mudou de vida e te inspirou a pensar sobre o mesmo.

 

Mas, quando perdemos de foco o que somos e nosso propósito, tomados pelas forças do ambiente, estamos permitindo tirar de nossas mãos o poder da satisfação.

O futuro nos convoca a rever a trajetória e o caminho. Mas nos oferece a oportunidade de diferenciar o que é prazer momentâneo e satisfação de vida. O prazer se conecta com as necessidades espontâneas, a satisfação diz respeito ao prolongamento da capacidade de sentir prazer com o que se faz ou se quer fazer.

O futuro, então, nos convoca a decidir se o que faremos agora é para amanhã ou para sempre. Mas, ficando claro uma coisa: não existe ponto no final que não seja fruto do que se faz no presente! Foque no que há de mais intenso e profundo, foque no que quer construir com bases sólidas.

Minha dica: direcione sua jornada para o que está AQUI. Perceba o quanto você realmente se envolve com o que quer e perceba se as chamadas do futuro correspondem, verdadeiramente, aos seus planos de satisfação. Pois, desejos são efêmeros e se desmancham no ar… O resto é o que fica para se contar.

Márcio Merçoni on FacebookMárcio Merçoni on InstagramMárcio Merçoni on LinkedinMárcio Merçoni on Youtube
Márcio Merçoni
Márcio Merçoni - Graduado em Psicologia, MBA em Gestão de Pessoas.
Espacialista em desenvolvimento humano, designer de carreiras e de cultura organizacional.

Atua há 10 anos na criação de programas para pessoas e empresas se conectarem com seu propósito e felicidade.

Também é fundador e instrutor de meditação da Dasein House, professor e palestrante.

Leave a reply


Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.